Secti e Cejuve premiam jovens baianos no Desafios Bahia Hackathon Juventudes
22/08/2021 13:44 em Música

Nesta sexta-feira (20), aconteceu a final do Hackathon Juventudes, evento inédito na Bahia que reuniu, na forma de uma maratona, hackers, influenciadores, designers, gestores, desenvolvedores e inventores, com o objetivo de promover o desenvolvimento de projetos inovadores por meio de tecnologias. A atividade faz parte das ações da Semana da Juventude e foi realizada pelo Conselho Estadual da Juventude, vinculado à Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia (SJDHDS), em parceria com a Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), e transmissão pelo canal do Youtube Secti Bahia.

 

Ao total, sete equipes participaram, cinco foram finalistas e três equipes foram premiadas. Os participantes apresentaram projetos de inovação tecnológica digitais para engajar o debate social em torno de estratégias de convivência e interação segura da juventude. O desafio proposto gira em torno do tema: “O Jovem na Pandemia – como conviver e interagir de forma segura”. A maratona foi mediada por Ronald Castro, presidente do Conselho Estadual de Juventude e por Kananda Eller, coordenadora de Ciência e Tecnologia da Cejuve.

A iniciativa tem como objetivo incentivar o protagonismo juvenil na criação de políticas públicas, como destacou Sócrates Santana, representante da Secti.

“O objetivo é que as soluções desenvolvidas e apresentadas tenham a finalidade de inspirar e difundir possibilidades no público jovem, além de inspirar políticas públicas. Através dessa parceria estamos dinamizando o ecossistema de inovação. Vivemos a pandemia, mas seguimos com a vontade de fazer diferente”, destacou Santana.

Os projetos concluídos foram avaliados por uma Comissão Julgadora, critérios como criatividade, originalidade, impacto social, interesse público, qualidade técnica, sustentabilidade, foram analisados.

Os projetos concluídos foram avaliados por uma Comissão Julgadora, critérios como criatividade, originalidade, impacto social, interesse público, qualidade técnica, sustentabilidade, foram analisados. Foram 27 horas de uma maratona criativa e inovadora.

Em primeiro lugar ganhou a equipe liderada por Lucas Daniel do Ifba de Jequié com o projeto Crowdless, ferramenta que permite compartilhar informações acerca das condições sanitárias de ambientes e que facilita o acesso dos dados do local que as pessoas pretendem freqüentar.

Lucas fez um depoimento emocionado: “Foi uma grande satisfação, foi meu primeiro hackathon e competir pela ideia que desenvolvemos com o próprio time é muito bom. Por ser o primeiro, e não ter experiência, torcíamos para não sermos eliminados logo de cara, pois gostaríamos de participar do máximo possível. Ter ganho foi algo completamente inesperado e de uma alegria muito grande”

No segundo lugar ganhou a equipe liderada pela jornalista Pollyana Moraes que apresentou o Democratizei, plataforma de oferta de trabalhos, estágios, etc, com o objetivo de democratizar a educação acadêmica e facilitar a inserção na universidade.

O terceiro lugar do pódio ficou com a equipe liderada por Gabriel Siron com membros que integram IFBA de Salvador e a SquareDev ficou o projeto ETHER, plataforma web gamificada, que cria uma espécie de cidade virtual e propõe uma experiência em grupo através da realidade virtual.

O quarto e quinto lugar ficaram com o projeto Me Aproxima, liderado pela estudante Lara Fabian um aplicativo de acompanhamento emocional, e o Psicoeduca, um website de promoção de saúde mental liderado pelo estudante Wellington Ribeiro, respectivamente.

Os vencedores do desafio foram premiados de acordo com a ordem de classificação. Os prêmios contemplam as equipes que ficaram em primeiro, segundo e terceiro lugares. Para aqueles que ficarem no topo do pódio, a premiação definida foi de 5 chips de 10GB da USE Telecom, durante o período de 1 ano, mentoria de 4 horas da Wakanda Educação Empreendedora e licença PRO para todos os cursos online da startup Digital InnovationOne (DIO). O segundo e terceiro lugares foram premiados com licença PRO para todos os cursos online da startup Digital InnovationOne (DIO).

 

Fonte: Ascom/ SJDHDS

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!